Técnicas de Pesquisa Utilizadas


A Meta Instituto de Pesquisa utiliza diversas técnicas de pesquisa, dentre as quais se destacam:

Pesquisas quantitativas


As pesquisas quantitativas possibilitam mensurar com precisão, conforme os parâmetros de erro amostral estabelecidos, as opiniões, avaliações, atitudes, expectativas da população investigada.

Pesquisa Quantitativa Convencional - Survey: É feita através da aplicação de um questionário estruturado e padronizado a uma amostra representativa do universo a ser investigado. As entrevistas são realizadas nos domicílios dos entrevistados ou em pontos de fluxo, através de um contato pessoal presencial.

Pesquisa por Telefone: Pesquisa quantitativa por intermédio de telefone com a aplicação de questionários, assistida por computador (CAPI/CATI).

Pesquisa On-line: Pesquisa quantitativa que utiliza meios eletrônicos (coletores de dados), tornando mais rápida a obtenção dos resultados.

Pesquisa Ônibus: Pesquisa quantitativa em que as perguntas do questionário são divididas por cotas, agrupando vários parceiros em cada edição do levantamento junto a uma amostra representativa do universo populacional investigado.

Pesquisa em Fontes Secundárias: Pesquisa feita a partir de dados quantitativos já coletados anteriormente por outras instituições, abrangendo a escolha das fontes, a seleção e coleta das informações, a compatibilização dos dados de diferentes fontes e a realização de cálculos para a produção de estimativas.

Pesquisas qualitativas


As pesquisas qualitativas possibilitam explorar dimensões subjetivas do comportamento dos entrevistados, relativas as suas percepções, expectativas e aos seus desejos e sentimentos.

Grupos Focais: Os grupos focais, mediados por um especialista, buscam estimular a livre manifestação associativa e a troca de opiniões de indivíduos que apresentam características relativamente homogêneas. São utilizados recursos audiovisuais para propiciar associações simbólicas e suscitar comparações e debates. As entrevistas são gravadas em áudio e em vídeo.

Entrevistas em profundidade: As entrevistas qualitativas individuais em profundidade são orientadas por roteiros de questões semi-estruturados que possibilitam a inclusão de novas perguntas. A técnica das entrevistas individuais não proporciona o debate existente nos grupos, mas permite, em contrapartida, maior aprofundamento dos assuntos escolhidos. A seleção dos entrevistados é feita de forma intencional, de acordo com os perfis típicos desejados.

Outros tipos de técnicas


Pesquisador Oculto: Esta técnica é indicada para identificar problemas de atendimento e avaliar a eficácia dos treinamentos ministrados aos funcionários de estabelecimentos que sirvam ao grande público: um pesquisador previamente treinado, com características de perfil pré-determinadas, age como se fosse um consumidor interessado em comprar. Através de perguntas e da criação de situações, o pesquisador testa as reações dos profissionais de atendimento do estabelecimento.

Pesquisa para Teste de Produtos: É aconselhável a realização de uma pesquisa junto a um grupo de pessoas com os perfis típicos desejados para testar a reação do consumidor a um novo produto. Após utilizar o produto, o consumidor é questionado sobre aspectos relevantes, para formular avaliações sobre qualidades e defeitos.

Pesquisa de Clima Organizacional: Para avaliar o grau de satisfação e as demandas do cliente interno, aspectos motivacionais e atitudinais de seu comportamento, é aplicado um questionário em uma amostra representativa (ou no universo) dos funcionários, de forma a permitir a livre manifestação, evitando os constrangimentos decorrentes da identificação do entrevistado.

Pesquisa Exploratória: Quando o objeto de estudo é em grande medida desconhecido, torna-se necessária uma investigação exploratória buscando a identificação de situações, construção de cenários, estruturação de tipologias e desenho de quadros que constituem a primeira aproximação ao assunto investigado.